Óleo de Gerânio no Diabetes e Controle Glicêmico

Estudo mostrou que o óleo de gerânio foi mais eficiente no controle glicêmico que medicamento de mercado, a glibenclamida (Gliben). 

O gerânio (Pelargonium graveolens L’ela.) é uma planta utilizada na Tunísia dentro da medicina popular para o tratamento de hiperglicemia, é amplamente conhecido como uma das ervas medicinais com a maior atividade antioxidante.

Uma pesquisa realizada em 2012, teve o objetivo de avaliar se o óleo essencial de gerânio tem de fato algum efeito benéfico no diabetes e controle glicêmico. Para isso, o óleo essencial de P. graveolens foi administrado diariamente por via oral a ratos em duas doses de 75mg/kg e 150mg/kg de peso corporal durante 30 dias. Foi utilizada a glibenclamida como referência na dose de (600µg/kg de peso corporal). A glibenclamida (comercialmente vendido com o nome de Gliben) é um antidiabético oral pertencente ao grupo farmacológico das sulfoniluréias de segunda geração. As sulfoniluréias são agentes hipoglicemiantes orais que estimulam a secreção de insulina. Está indicada no Diabetes Mellitus tipo 2 sendo a primeira opção nos indivíduos não obesos, que não alcançaram níveis glicêmicos desejáveis após a adoção das medidas dietéticas e da prática regular de atividade física.

 

Após a administração de duas doses de óleo essencial de gerânio em paralelo com o grupo que utilizou a glibenclamida, durante quatro semanas, a glicemia diminuiu significativamente e perturbações antioxidantes foram restauradas.

 

O efeito hipoglicemiante do óleo de gerânio (P. graveolens) na dose de 150mg/kg de peso corporal, foi significativamente (p <? 0,05) mais eficaz do que a glibenclamida. Além disso, o óleo de gerânio teve um efeito de aumento das defesas antioxidantes do corpo com redução da peroxidação lipídica, apontando efeito positivo também na prevenção da ateroesclerose e outros problemas vasculares em diabéticos.

 

A avaliação histológica de tecidos hepáticos e renais de ratos diabéticos mostrou enormes benefícios de proteção contra danos ocasionados pela hiperglicemia por parte do óleo de gerânio, mostrando que o óleo de gerânio pode ser útil na prevenção de complicações diabéticas associadas ao estresse oxidativo.

 

O grupo desta pesquisa concluiu considerando que, pela sua baixa toxicidade e grande eficácia, o óleo de gerânio (P. graveolens) poderia ser utilizado como um medicamento alternativo antihiperglicêmico para pacientes diabéticos.

 

Fábián László

Cientista aromatólogo

 

Atenção: Este estudo é apenas ilustrativo, qualquer alternativa terapêutica deve ser feita sob acompanhamento e orientação de seu médico.

 

Referência: Maher Boukhris, et al. Hypoglycemic and antioxidant effects of leaf essential oil of Pelargonium graveolens L’Hér. in alloxan induced diabetic rats. Lipids Health Dis. 2012; 11: 81.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3439344/

 

Você encontra óleo de gerânio (Pelargonium graveolens) para comprar no Instituto de Estética Martha Mendonça

 

 

 

Share
Back To Top